Arquivos do Blog

Terra 2 | HQ com Lanterna Verde homossexual sai no Brasil

lanterna-verde

Edição provocou controvérsia e até revolta de brasileiros

A edição n. 10 de Universo DC chegou às bancas brasileiras na semana passada sem dar grande destaque para uma HQ que movimentou mídia especializada e grande mídia no ano passado: a versão homossexual do Lanterna Verde na série de realidade alternativa Earth 2.

Aqui, chamada Terra 2, a série já está trazendo sua segunda história, onde revela-se que o Lanterna Alan Scott tem relacionamento com outro homem – com direito a cena de beijo e abraço. A revelação causou rebuliço há menos de um ano nos EUA, tanto por quem condenou a deturpação do personagem clássico quanto por quem condenou o marketing barato da DC Comics.

O “Lanterna Verde gay” teve outros desdobramentos, como o anúncio de um filme pornô da Liga da Justiça que teria cena de sexo homossexual com um Lanterna, e até o roteirista da HQ, James Robinson, reclamar em público dos ataques que recebeu do público brasileiro. “Só de vingança, quando Alan Scott tiver um novo homem na vida, ele vai ser brasileiro”, disse Robinson na Comic Con, em julho.

Universo DC n. 10 tem 148 páginas, custa R$ 15,90 e ainda traz histórias de Aquaman, Nuclear, Gavião Negro, Mulher-Maravilha, Poderosa e Caçadora

Anúncios

DC Comics desiste de matar o Lanterna Verde John Stewart

lanterna verde

Segundo sites, reação ao boato mudou decisão editorial

Bleeding Cool divulgou ontem que, segundo fontes não confirmadas, um dos motivos pelos quais o roteirista Joshua Hale Fialkov abandonou duas séries da linha Lanterna Verde foi o seguinte: a chefia editorial da DC Comics decidiu que ele teria que matar o Lanterna John Stewart.

Em poucas horas, o Comic Book Resources confirmou o boato. E os fãs vieram ao ataque.

Criado em 1972, Stewart foi um dos primeiros super-heróis negros nos quadrinhos mainstream  e é coadjuvante das séries dos Lanternas desde então. Nos desenhos animados da Liga da Justiça entre 2001 e 2006, ele foi o Lanterna escolhido para dar mais equilíbrio racial ao grupo.

john

John Stewart ficou tão conhecido do grande público por conta dos desenhos que houve até manifestações contra a escalação de Ryan Reynolds  para interpretar o herói no cinema – quem só conhecia o Lanterna da TV achava que ele era um personagem negro.

Em nova matéria, o Bleeding Cool  diz que suas fontes na DC confirmaram que, depois da reação, a editora desistiu de assassinar o personagem. A história ainda nem estava escrita, mas a morte serviria para dar novo rumo às histórias, e agora será necessário um novo direcionamento para a linha Lanterna.

A DC Comics não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

DC Comics vai lançar nova série com heróis cósmicos

Larfleeze

Lanterna Laranja Larfleeze será uma das atrações

DC Comics anunciou durante a New York Comic Con uma nova série mensal: Threshold, concebida pelo roteirista Keith Giffen e centrada em heróis cósmicos. Cada edição trará duas histórias: “The Hunted”, com personagens diversos, e Larfleeze, o Lanterna Laranja que vem fazendo sucesso na linha Lanterna Verde.

“The Hunted” vai envolver personagens como os Omega Men, Besouro Azul, o esquecido Star Hawkins(personagem dos anos 60) e um novo Lanterna Verde chamado Jediah Caul. Em entrevista ao Newsarama, Giffen diz que a série é como uma versão sci-fi de Battle Royale ou Jogos Vorazes, pois todos acima vão ser envolvidos num jogo de vida ou morte organizado pela vilãLady Styx.  As histórias terão desenhos de Tom Raney, e ficam com 20 páginas de cada edição.

Larfleeze, por sua vez, vai ficar com as 10 páginas finais e desenhos de Scott Kollins. Como já havia virado sua marca nas aparições em Lanterna Verde, a série vai explorar o lado cômico do Lanterna Laranja.

Giffen, que há poucos anos  ajudou a revitalizar o lado cósmico da Marvel, também diz que em breve anuncia um novo projeto na DC onde vai atuar como desenhista. Threshold estreia em janeiro, tendo uma prévia em Green Lantern: New Guardians #1 no mesmo mês.

%d blogueiros gostam disto: