Estudo: fruta da África produz cor intensa ao refletir a luz

Um novo estudo realizado por pesquisadores britânicos e americanos descobriu uma espécie de fruto seco na floresta tropical da África com uma coloração intensa em tons de roxo. A tonalidade da Pollia condensata, que cresce na Etiópia, Angola e Moçambique, não se origina de um pigmento natural, mas de camadas sobrepostas que refletem a luz.

A luz refletida por todas as células da casca é desviada de forma circular para o lado direito ou esquerdo

As células da planta refletem cores diferentes, dando a ela uma aparência pontilhista – técnica usada por pintores impressionistas para usar uma série de pontos na representação de um objeto sólido inteiro. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, a fruta muda de cor conforme o ângulo em que é observada e não tem pigmentação azul.

A coloração forte vem da interação da luz com fibras minúsculas de fibras de celulose empilhadas em camadas em forma de espiral na parede celular da casca. A pesquisa, que foi publicada no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences sugere que a luz refletida por todas as células da casca é desviada de forma circular para o lado direito ou esquerdo, algo nunca visto antes em um único tecido. O fenômeno, no entanto, se parece com o observado na carapaça de besouros.

Anúncios

Sobre rsyst

16 anos. Grande fã de quadrinhos, series e filmes. Músico amador. ( solteiro )

Publicado em 11 de setembro de 2012, em notícias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: